Governador da Bahia diz que vai acionar TCU contra denúncias de ‘escolas fakes’ do MEC

Governador da Bahia diz que vai acionar TCU contra denúncias de ‘escolas fakes’ do MEC
Foto: Divulgação

O governador Rui Costa (PT) afirmou, na manhã desta terça-feira (12), que irá levar as denúncias de supostas irregularidades na liberação de verbas para construção de escolas no Ministério da Educação (MEC) ao Tribunal de Contas da União (TCU).

Um relatório com o número de escolas inacabadas no estado será enviado ao órgão de controle, segundo Rui Costa, que não poupou críticas ao governo de Jair Bolsonaro (PL) durante entrega de equipamentos agrícolas a associações do interior do estado nesta terça.

Segundo denúncias do jornal O Estado de S. Paulo, o MEC, através do  Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), controlado pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), autorizou a construção de 2 mil escolas, apesar da falta de recursos para terminar 3,5 mil unidades em construção e inacabadas há anos.

O movimento do MEC, capitaneado pelo Centrão, serve como palanque de campanha, em período eleitoral, mas o projeto não tem recursos previstos no orçamento, o que deve aumentar o estoque de escolas não entregues pelo governo.  Mesmo assim, os colégios já são anunciados por deputados e senadores do Centrão aos seus eleitores.

“Eu vou passar, e peço ajuda aqui dos deputados, eu vou mandar um relatório essa semana ao Tribunal de Contas da União materializando esses campos de centenas de creches e centenas de escolas paralisadas.”, anunciou Rui Costa.

“Eu vou formalizar essa semana uma denúncia  porque eles estão, através dessas falsas promessas de emenda parlamentar dos deputados do Centrão, liberando recursos que não existem”.

Da redação, com informaçãoes Bahia.ba