Indígena é morto após reclamar de volume de som em festa paredão

Um indígena pataxó, de 21 anos, foi morto a tiros no final da tarde deste domingo (13) em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento. Vitor Brás Souza foi atingido pelas costas por dois disparos. Ele reclamava do volume de som alto que vinha de uma residência na qual ocorria uma festa estilo paredão quando um homem sacou uma arma e atirou contra a vítima. 

O jovem chegou a ser levado para uma unidade de saúde do município, mas não resistiu. Segundo informações, Vitor Brás Souza era atuante na causa indígena, representando a aldeia Novos Negreiros em diversos atos pelo país.

No momento da festa, ela estava com a companheira, que estava em resguardo devido ao nascimento de um dos filhos, recém-nascido há apenas 30 dias.

Ele deixa a esposa e mais um filho do casal. O crime, que ocorreu em terra indígena, deve ser investigado.

 

Da redação, com informações Bahia Notícias.